Blog

A relação entre gastrite e câncer gástrico

Uma das causas do câncer gástrico é a bactéria H. Pilory, que se aloja na cavidade do estômago e causa alguns tipos de gastrite. É sobre isso que vou tratar hoje, no último post da série sobre câncer de estômago.

A gastrite pode ser crônica, a partir do uso prolongado de alguns medicamentos e da ingestão abusiva de bebidas alcoólicas, bem como por questões imunológicas, onde o organismo produz anticorpos que atacam a mucosa estomacal. Se for tratada inicialmente combinada a uma alimentação balanceada, a bactéria estomacal tende a desaparecer.

Em alguns casos, a gastrite pode se transformar em úlcera, aumentando as chances do desenvolvimento do câncer de estômago.

A gastrite atrófica é o tipo com mais chances de evoluir para a neoplasia de estômago. Nesse caso, ocorre uma alteração na mucosa gástrica, também pela presença da H. Pilory. O indicado é tratá-la com antibióticos e realizar exames periódicos.  Cuide-se!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários