Blog

CÂNCER DE ESÔFAGO – PARTE 2: SINAIS E SINTOMAS DA DOENÇA

Olá. No segundo post sobre câncer de esôfago, eu falo sobre os tipos de tumor e os principais sintomas para reconhecer a doença.

O tumor no esôfago pode ser dividido em dois tipos principais: o carcinoma epidermoide escamoso e o adenocarcinoma. O primeiro é o mais comum, responsável por 96% dos casos dessa neoplasia. Geralmente se desenvolve na parte superior do esôfago, mais próxima à boca ou no meio da musculatura. É proveniente de células escamosas e está muito associado ao álcool e ao tabagismo.

Já os adenocarcinomas são um tipo menos frequente de tumores esofágicos. São provenientes de glândulas da parte baixa do órgão, mais próximas ao estômago. É mais frequente em pacientes obesos e portadores de refluxo gastroesofágico avançado.
Sintomas
A dificuldade de diagnóstico do tumor de esôfago se encontra na ausência de sintomas em estágios iniciais. Geralmente, quando os primeiros sinais da doença se manifestam, a patologia já se encontra em estados mais avançados ou em uma extensão maior do órgão.

Fique atento aos principais sintomas:
- Disfagia, ou seja, a dificuldade de deglutição, ou a dor ao engolir o alimento combinadas à sensação de “entalamento”, como se houvesse alguma coisa presa na garganta;
- Dor retroesternal, atrás do osso do meio do tórax, o externo ou no tórax em si. Pode aparecer também como uma pressão ou queimação nesse local;
- Azia;
- Perda de apetite;
- Perda rápida e expressiva de peso;
- Rouquidão;
- Tosse;
- Vômitos e náuseas;
Caso apresente um ou mais fatores de risco mencionados no post anterior aliados a alguns desses sintomas, procure um médico imediatamente.
No próximo post, falarei sobre o tratamento e a possibilidade de prevenção dessa patologia. Cuide-se. Até breve!

 
 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários