Blog

Câncer de pâncreas e tumores

Olá! Hoje eu vou falar sobre um dos tipos mais mortais de câncer - o de pâncreas. Receber esse é diagnóstico pode ser assustador, pois muitas vezes a detecção é realizada quando a doença já atingiu um estágio avançado.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil o câncer de pâncreas é responsável por cerca de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados e por 4% do total de mortes por câncer.

O primeiro passo quando se lida com suspeita de câncer de pâncreas é realizar um exame preciso de imagem e diagnóstico, e logo em seguida verificar se o paciente é ou não um candidato para a cirurgia.

Há mais de 40 tumores conhecidos, e em muitos casos, o tipo de tumor irá determinar o tratamento mais adequado. Os dois tipos de tumores pancreáticos principais são: adenocarcinomas e tumores endócrinos (células dos ilhéus).

Os adenocarcinomas representam mais de 90% dos cânceres de pâncreas. Eles se originam nas células que revestem o órgão. Já os tumores endócrinos são mais raros e começam nas células que produzem insulina ou outros hormônios.

Os fumantes têm três vezes mais chances de desenvolver esse câncer. Outros fatores de risco são: pancreatite crônica, histórico familiar, idade (entre 60 e 80 anos), sexo - sendo mais comum em homens, raça - afro-americanos têm maior incidência, diabetes, cirurgia de úlcera e dietas ricas em carnes e frituras.  

Até 10% dos cânceres de pâncreas são herdados de pai para filho. Por isso, é importante conhecer o histórico familiar de doença.

Alguns estudos sugerem ligação entre refrigerantes e o câncer pancreático. A substituição dessa bebida por sucos naturais ou água evita diversas doenças, incluindo a obesidade e diabetes.

Os sintomas do câncer de pâncreas, geralmente, demoram para aparecer e quando surgem significa que a patologia já está em fase adiantada.

Os principais são: dor abdominal e perda de peso. De acordo com a localização do tumor, a pessoa pode apresentar também: fadiga, icterícia, perda de apetite, náusea, diarreia, evacuações de cor clara e digestão lenta de alimentos. 

 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários