Blog

FUMAR AUMENTA RISCO DE CÂNCER DE PÂNCREAS

Neste primeiro post, eu falo sobre a relação do cigarro e do câncer de pâncreas. Confira!
 
Alguns fatores podem aumentar as chances do desenvolvimento do câncer de pâncreas. Entre estes, destaco o cigarro, que é a principal causa evitável dessa doença. O câncer pancreático é três vezes mais frequente entre os fumantes. Quanto mais uma pessoa fuma, maior o risco. No entanto, 10 anos após parar de fumar, as chances podem se igualar com de um indivíduo que nunca fumou.
 
O aparecimento do tumor no pâncreas devido ao cigarro ocorre, principalmente, pela presença de nitrosaminas na fumaça e no tabaco, que atingem a região tanto pelo sangue quanto pela bile entrando em contato com o ducto pancreático.  Esse câncer é raro em jovens com menos de 30 anos, a maior incidência é entre homens, em geral, com idade superior a 50 anos.
 
Entre os sintomas mais comuns do câncer de pâncreas, estão:
- Icterícia, quando olhos e pele ficam amarelados causando coceiras pelo corpo e infecções;
- Perda de peso sem motivo aparente;
- Dores de cabeça;
- Vômito;
- Sudorese;
- Mal-estar;
- Falta de apetite;
- Dor abdominal, que se irradia para as costas.
 
Você fuma? Então, reflita sobre os diversos problemas que o cigarro pode causar a sua saúde. O câncer de pâncreas é apenas um deles.
 
No próximo post, irei falar sobre outros fatores, diagnóstico e tratamento. Até breve!
 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários