Blog

Novo exame pode contribuir para a detecção precoce do câncer de pâncreas

O câncer de pâncreas é uma das neoplasias mais agressivas já descobertas. O seu difícil diagnóstico e desenvolvimento rápido o torna uma das doenças mais letais, e com poucas chances de cura. Hoje, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse tipo é responsável por 4% do total das mortes por essa doença. Mas, isso pode mudar em um futuro próximo.     
 
De acordo com um estudo publicado recentemente na Revista Science Translational Medicine, um novo exame de sangue poderia diagnosticar o câncer de pâncreas nas primeiras etapas de desenvolvimento. A pesquisa aponta que o teste detecta uma combinação de cinco proteínas tumorais que parecem ser uma assinatura confiável da doença.  Se for validado, o teste pode contribuir para a detecção rápida do câncer de pâncreas ainda em estágio inicial, aumentando o prognóstico de tratamento e melhorando a expectativa de vida do paciente. Apesar de animador, o estudo ainda depende da realização de novos testes para a validação da técnica.