Blog

Série Câncer Gástrico – Parte 2: Sintomas e diagnóstico

Olá. No segundo post da série sobre Câncer Gástrico, vou falar sobre os sintomas e diagnóstico dessa doença.

            Basicamente, o tumor gástrico se divide em três tipos, cada um com características específicas. O mais comum, e proveniente em 95% dos casos, é o adenocarcinoma, um tipo de neoplasia que atinge as células secretoras.

            Apesar de ser bastante comum, a doença tem um diagnóstico difícil por apresentar sintomas comuns a outras patologias estomacais, como gastrite e úlcera. Por isso, fique atento aos principais sinais:

- Azia frequente;

- Vômitos;

- Perda de peso rapidamente;

- Náuseas persistentes;

- Indigestão;

- Dor de estômago;

- Saciedade após ingerir pouca quantidade de comida;

- Sensação de inchaço abdominal após as refeições;

- Em casos mais avançados, outros sinais como vômito com sangue e a presença de sangue nas fezes, também podem ocorrer.

O diagnóstico só é confirmado após a realização de biópsia através da endoscopia digestiva alta e também por meio de outros exames de imagem. Só assim, é possível detectar o tipo e estádio (grau de gravidade) do tumor e indicar o melhor tratamento.

Caso apresente algum desses sintomas, procure um médico imediatamente. Quanto mais cedo o diagnóstico for feito maiores as chances de cura e a qualidade de vida do paciente.          

No próximo post eu falarei sobre os estádios do câncer gástrico e o tratamento indicado em cada um deles. Até a próxima. Cuide-se!
 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários